15 de out de 2016

O Perigo da Convivência

#FATO
Olá galera !
Eu tenho sumido definitivamente do blog, não é mesmo ?
Mas há algum tempo eu tenho sentido vontade de falar com vocês sobre o tema acima e hoje eu resolvi vir aqui falar com vocês.


O Perigo da Convivência

"Bem aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta no roda dos escarnecedores (...)"

 Hoje vamos falar sobre o perigo da convivência. Mas antes precisamos saber o que é convivência.
convivência
substantivo feminino
  1. 1.
    vida em comum; contato diário ou frequente.
    "a c. em família"
  2. 2.
    intimidade, familiaridade.
    "evita a c. com vizinhos"

Ou seja, conviver é ter um contato diário ou frequente com algo ou alguém.
Simples.
E qual é o problema nisso ?
O problema é que nós - principalmente os jovens - temos convivido com as pessoas erradas e com as coisas erradas. 
O Senhor deixa claro em Salmos 1 que Bem aventurado aquele que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se assenta no caminho dos pecadores, nem se detêm na roda dos escarnecedores. Ao nos determos, nos assentarmos e andarmos com os pecadores, escarnecedores e ímpios nós corremos os riscos da convivência.
Aí você pode falar: " Mas Kelly, o próprio Jesus andou com os ímpios, pecadores e escarnecedores e nos incitou a isso dizendo que devemos falar do seu amor a toda a criatura."
O que as pessoas que usam desse argumento não percebem é o que havia por trás da convivência de Jesus com os ímpios: Conhecimento.
Jesus conhecia a Palavra de Deus, tinha comunhão com Ele e vivia sempre em Jejum e oração. Perceba você, que Jesus passou a conviver mais diretamente com os pecadores após seu período de 40 dias de Jejum e oração no deserto. Antes disso a Bíblia só mostra a convivência de Jesus com seus pais,João Batista, com os mestres da lei e quando bebê com Simeão e a profetisa Ana (Lc 2.22-38). Ou seja, só devemos ter uma comunhão mais "íntima" com o mundo e as pessoas que são do mundo quando tivermos uma comunhão mais íntima com Deus.
Com isso eu não quero dizer que não devemos sequer falar com as pessoas do mundo -jamais. O que eu quero passar aqui é que não devemos ter intimidade com o mundo, mas quando tivermos, façamos isso com comunhão com Deus e prudência. Caso o contrário correremos os perigos da convivência. E quais são eles ?
Os perigos da convivência são dois: Aceitação e Prática
Uma coisa leva a outra, mas vamos com calma.

"Eles sabem que o mandamento de Deus diz que aqueles que fazem essas coisas merecem a morte. Mas mesmo assim continuam a fazê-las e, pior ainda, aprovam os que fazem as mesmas coisas que eles fazem"
Romanos 1.32

Aceitação

A aceitação ela se dá pela convivência.É inevitável.
Pense comigo: logo quando essa onda gay, homossexual, lésbica e pecaminosa surgiu todos acharam isso um absurdo, uma coisa de outro mundo, um pecado sem tamanho. Agora, quando todos aderiram a isso, quando vemos um gay na rua achamos isso completamente normal. Quase todos nós temos um amigo com voz enjoada não é mesmo ? Após um certo tempo convivendo com ele, aquela voz que no início nos era absurdamente chata, agora passa a ser algo normal, você se acostuma com aquela voz.
Simplificando, o perigo é: Quando você passa a conviver demais com o pecador você se acostuma com o pecado que ele pratica e isso passa a ser algo completamente normal para você.
E esse perigo, em alguns casos, leva a outro:

Prática

Não em todos, mas na maioria dos casos, quando você passa a achar aquilo normal pode ser que você o pratique ou sinta desejo de fazê-lo - o que dá quase no mesmo.
Luana tem uma amiga que trai o marido. Apenas Luana e sua amiga sabem disso. Luana é crente e está sempre aconselhando sua amiga sobre suas atitudes para com o marido. Mas o problema é que sempre que vai a casa de Luana, sua amiga conta a ela suas experiências com o amante. Como a convivência é constante, Luana passa a achar aquilo uma coisa normal(aceitação) e passa a ter curiosidade para fazer o mesmo. Essa curiosidade leva a prática e o casamento de Luana está destruído.

Você vê como a convivência leva as pessoas a cometerem o pecado que anteriormente desprezavam ?
Esse é o perigo da convivência.
Se é assim, então com quais pessoas não devemos conviver ?
Para você ter uma ideia geral abra sua Bíblia no livro de Romanos 1.18-32 e leia rapidinho.
Agora que você já leu vamos continuar.


  • IDÓLATRAS (RM 1.23-25): Devemos nos afastar daquelas pessoas que idolatram algo ou alguém. Seja um ídolo ou um famoso, youtuber, quem quer que seja.Afaste-se dos idólatras.
  • ATEUS (RM 1.19-22): As pessoas ateias tem um forte poder de persuasão e o levam a questionar a existência de Deus e se ele realmente é bom. Nós sabemos que nem tudo nos foi revelado mas que será revelado naquele grande dia, e que os pensamentos do Senhor são maiores que os nossos. Não devemos questioná-lo, devemos adorá-lo.
  • HOMOSSEXUAIS (RM 1.26-27), (LV. 18.22): Homossexualidade é pecado sim. Portanto devemos nos afastar de pessoas homossexuais. Isso não significa que devemos ser homofóbicos. Nunca. Nós devemos amar o pecador e odiar o pecado.
  • PERVERSOS: Ao conviver com pessoas perversas você passa a aderir a suas práticas pecaminosas. A mesma coisa ocorre na convivência com os:
  • MENTIROSOS
  • IMORAIS: Quando você convive com os imorais, você passa a ter a chamada "mente poluída" que pra despoluir dá um trabalho...
  • ORGULHOSOS
"Pois assim como Eva foi enganada pela cobra, eu tenho medo de que a mente de vocês seja corrompida e vocês abandonem a devoção sincera e pura a Cristo"
2 CO 11.3

EXEMPLOS DE PESSOAS QUE PERDERAM A SUA SALVAÇÃO POR CAUSA DA CONVIVÊNCIA COM AS PESSOAS ERRADAS

  • POVO DE ISRAEL: Ao conviver por 400 anos com os Egípcios e 40 anos com os babilônicos e tantos outros povos, o povo de Israel acabou praticando os mesmos pecados que eles (idolatria, feitiçaria,prostituição e tantos outros pecados).
  • SALOMÃO: Sobre esse aí não precisamos nem falar, não é mesmo? Após ter 1.000 mulheres cada uma de um povo diferente era óbvio que ele acabaria praticando seus costumes pecaminosos. E foi exatamente isso que aconteceu. Salomão não só passou a adorar vários deuses como também construiu templos para os mesmos.
  • SANSÃO: A Bíblia relata as idas de Sansão a Gaza. Lá ele conheceu três mulheres que destruíram a sua vida espiritual.
Mas não se desespere, nós temos pessoas que conviveram com o pecado e não se contaminaram:
  • Daniel: que viveu no palácio do rei da Babilônia mas que ao invés de se contaminar com o mundo, levou-o a conhecer ao Deus verdadeiro.
  • José: que viveu na casa de Potifar e depois se tornou governador do Egito, mas que venceu as tentações mundanas e mudou a história das pessoas daquela época.
E tantos outros exemplos mais.
Mas, lembre-se: Eles só venceram o mundo pois tinham uma vida de oração e comunhão com Deus. Portanto, não espere vencer o mundo estando frio com Deus.







7 comentários:

  1. Kelly so apareceu o titulo mas nao tem corpo na mensagem... beijos

    ResponderExcluir
  2. Realmente temos que ter cuidado com as nossas convivências! Temos que ser luz em meio as trevas e nao sermos influenciados por eles! Grande beijo!

    futura-noiva.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, temos que levar a sério as nossas convivências.
      Beijo, flor.

      Excluir
  3. Amei esse post pois mim indentifico pois estudo com pessoas muito pecadoras então eu tento mim afastar mais não consigo, nem que seja por mim mais toda vida eu tenho que ajudar e pedem ajuda nas atividades.Mais eu preciso ter comunhão com Deus pois estou afastado 3 Mês da Igreja e creio que vou ter força de vontade para voltar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém, que bom que o post lhe ajudou My.
      Eu vou estar sempre orando por você para que você esteja logo de volta.
      E é meio impossível mesmo estar longe de pessoas que não fazem a vontade de Deus. Nós podemos estar junto com elas, mas se estivermos cheios do Espírito Santo assim como Daniel esteve nós não nos contaminaremos com certeza.

      Excluir
  4. Agora siiiim!!!! Que super post esse! Acho que é por isso que ele ficou em mistério :-) De fato, a convivência é um dos maiores perigos, só que ela é silenciosa e traiçoeira, quando a pessoa vê já está aceitando ou até mesmo praticando o que antes lhe parecia tão ultraje, assim como vc disse. Post maravilhoso! Quem dera todos os jovens tivessem o discernimento que você tem Kelly! Parabéns! Tenho certeza que Cristo se alegra muito ao ver o quanto você tem feito para espalhar a luz dEle pelo mundo. Beeeijos e ahhhh valeu a pena esperar.... estou noiva :-) ( contei lá no blog )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que bom que gostou Mai.
      Obrigada pelas suas palavras, e meus Parabéns!!
      Vou lá dar uma olhada agora no seu post de noivado.
      Beijos

      Excluir